nancybanner
Veja também o site da Escritora, Poeta e Embaixadora da Paz >>> Nancy Cobo

January 2018
Mo Tu We Th Fr Sa Su
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4

Nancy Cobo

Atualmente a atriz e humorista também produz peças teatrais junto à Cia Cara Lavada. 'Rio e Seus Mistérios' é o primeiro longa, escrito por Rayssa, sendo rodado atualmente e dirigido por Marco Miranda.

rayssacastronan14

Divulgação

 

Vamos bater um papo com a Rayssa de Castro, paraense que conquista o Rio, aquela que muitas gargalhadas nas suas peças arranca do público, lotando sempre o Teatro Princesa Isabel e agora conquistando tantos outros. Atualmente ela está com projetos de um programa na Web e está em cartaz com a peça 'A Demitida'. Um bate papo gostoso que vai dar a oportunidade para quem ainda não conhece todos os lados desta Atriz.

 

"Rayssa de Castro é a nossa nova Dercy Gonçalves", (Fernando Reski).

 

rayssacastronan15Divulgação

 

Nancy Cobo: Fale sobre a mulher Rayssa.
Rayssa de Castro: Sou sonhadora, guerreira, nunca desisto dos meus objetivos e sempre os realizo.

NC: Na sua profissão, o que mais lhe dá satisfação?
RC: "Ser muitas em uma só”, ver que o público fica feliz.
Uma vez, em São Pedro da Aldeia ,com a peça Doidas por Elas, uma senhora esperou eu sair, me chamou e falou: “Desde que meu marido morreu, eu nunca mais tinha dado tanta risada assim...”, nossa, fiquei emocionada. Isso me seduz.

 

rayssacastronan16Divulgação

 

NC: Tem algo especial que te faz feliz e realizada e que você já colocou em prática?
RC: Tenho uma história de vida sofrida, sai de casa muito cedo, o que me realiza é estar no palco. Lutei muito para conquistar o que, hoje para mim, é uma realização. Nunca tive apoio de família, sou uma pessoa sozinha, mas, quando estou no palco, a realização é total. A Cia Cara Lavada foi criada por mim há 15 anos, através dela realizo todos os eventos teatrais. Isto é a minha vida, é o ar que respiro.

NC: Humor, drama ou romance, fale um pouco sobre cada gênero.
RC: O drama me seduz, quero muito fazer. Estou escrevendo, um bem pesado mesmo. Romance é lindo em todos os sentidos e com um belo cenário, atores completamente incorporados no papel, é sucesso sem dúvida. Humor, acredito eu que precisamos de alegria e sorrir faz a vida ficar mais leve. Sou uma atriz, posso fazer qualquer papel e gênero, porque adoro desafios, acredito que interpretar todos os papeis é um desafio para o ator.

 

rayssacastronan19Divulgação

 

NC: Qual a diferença entre peça adulta e infantil?
RC: A diferença entre peça infantil para adulta é que a infantil tem magia e um faz de conta. As crianças embarcam neste sonho, já o adulto é intenso, se aproxima mais da realidade.  

NC: A partir de quando você começou a atuar?
RC: Comecei a atuar quando tinha 8 anos na igreja. Sou filha de evangélicos, eu já sabia que nasci para ser atriz, não tenho segunda profissão. Trabalhei em circo como palhacinha escondida da família, eu amava fazer isso, só não fui embora com o circo, porque eles não quiseram me levar, só tinha 9 anos.

 

rayssacastronan17Divulgação

 

NC: Fale sobre seu trabalho social, o que faz e por que faz?
RC: Trabalho social é uma obrigação de todos nós, penso assim. Sempre fiz quando era criança, tinha uma família perto da minha casa, muito pobre. Mesmo sem comida ali, vi que poderia ajudar e muito. Tirava de minha casa para dar a eles. Minha Cia é chamada para fazer apresentações, faço com muita alegria. Minha amiga, Consuelo, sempre me chama, eu vou lá, me visto de 'Pepa' e levo alegria e carinho para o coração de todas as crianças, algumas com deficiência mental. Como também vou ao hospital do câncer todo ano e também visito as crianças com HIV, levando o que elas precisam,  o amor, e deixando no rostinho de cada uma um sorriso. É o mínimo que eu posso fazer e minha obrigação como ser humano, isso não tem preço.

NC: Qual é a sua visão sobre o que acontece em nosso país hoje?
RC: Nosso país está vergonhoso,e servindo de chacota no exterior. O Rio de Janeiro está entregue à própria sorte, somos reféns de um governo Ruim, de um povo sem memória e com medo.

 

rayssacastronan18

 

NC: Se você pudesse mudar, o que faria?
RC: Para mudar, se faz necessário investir na educação, na Cultura, é primordial. Também investir na Saúde e segurança às escolas. Todas deveriam ter o mesmo ensino. Deveríamos ter um país mais justo, IGUALDADE para todos. Acredito que a vaidade não pode estar acima da arte. Não existe eu, existe nós. Nossa classe unida seria e é bem mais forte e a cultura só tem a ganhar.

Obrigada, querida, pela oportunidade de poder mostrar a todos quem é essa Mulher Guerreira que nunca abandona o seu objetivo.  
Sucesso sempre, Rayssa.

niver-viagens_728x90

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Chalezinho_300x250