nancybanner
Veja também o site da Escritora, Poeta e Embaixadora da Paz >>> Nancy Cobo

January 2018
Mo Tu We Th Fr Sa Su
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4

Nancy Cobo

A atriz fala de novidades e do Canal 'Jogando Merda no Ventilador - com Jussara Calmon' recentemente lançado no YouTube.

gjussaranancy

Divulgação

 

Olá a todos, bato um papo muito gostoso agora com minha amiga, a atriz de Cinema, Teatro e TV, Jussara Calmon. É uma honra para mim esta conversa, porque Jussara é uma diva, um ser espirituoso e iluminado, aquariana igual a mim e já aniversariamos juntas. Jussara ficou conhecida no Teatro de Revista e no cinema brasileiro no inicio dos anos 80 e depois foi para as novelas. Ganhou vários concursos de fantasia de Carnaval e há vários anos ela é destaque na Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis e destaque nos Bailes de Carnaval do Copacabana Palace. Lançou em 2012 'Jussara Calmon - Muito Prazer', sua biografia escrita por Fábio Fabrício Fabretti e Sonia Barbosa. Em seguida se aventurou como escritora com o livro 'A Princesa e O Pequeno Pescador', co-autorando com o cantor Cayê Milfont, minhas netas tem autografado essa doçura de livro. Em 2014, voltou para as novelas, no SBT, interpretando uma diretora má na novela infantil 'Chiquititas', novela que minhas netas amaram e conheceram Jussara. Multifacetada, agora está prestes a lançar seu novo livro que promete balançar com as emoções dos antigos fãs. E está com um programa na web, 'Jogando Merda no Ventilador', o qual eu fui a última entrevistada com muito orgulho e deixo o link aqui pra vocês. Um beijo para todos e vamos curtir a entrevista!!! Beijos.

Foto: Ben Fylling

 

Nancy Cobo: Fale um pouco sobre a sua formação profissional.
Jussara Calmon: Sou atriz, com DRT, desde os anos 80.

NC: Como e quando se tornou Atriz?
JC: Comecei com teatro Infantil, no início dos anos 80. Era a peça chamada "Duca Vai À Luta", no Teatro Aurimar Rocha, que hoje tem outro nome. Em Ipanema. Cada criança encantada com a peça. Lembro até hoje.

NC: O que significa Atuar para você?
JC: É minha alma. Entrego minha alma para cada personagem, da empregada à socialite. Amo.

NC: Qual a dificuldade que existe para se colocar uma peça no ar?
JC: Todas. Se você não tiver um patrocínio, você tem que passar o chapéu.

 

Foto: Ben Fylling

 

NC: A não ser o aplauso do público, que é o maior prêmio, o que mais marcou sua vida de atriz?
JC: Foi quando eu fui trabalhar com o Colé, eu vinha do teatro Infantil, já tinha feito três filmes para o cinema. Ai, por causa destas películas, gostou de meu trabalho e me convidou para fazer Teatro de Revista, já como Vedete. Para quem não sabe, Vedete é aquela que interage com a plateia do Teatro.

NC: Atuando você consegue sentir completamente o peso do personagem?
JC: Sim. Sou muito tímida, então encarno mesmo o personagem. O ator que não faz isso, ator não é.

NC: A energia fica pesada quando o personagem faz maldades?
JC: Fica. Quando você sai do personagem, você tem que dar um tempo para poder relaxar. Lembro quando eu fiz AS CHIQUITITAS, aquela diretora meio má, eu tinha que dar um tempo para concentrar para entrar no personagem e depois sair dele. Não queria sair dali fazendo maldades para todo mundo (Risos).

 

Foto: Ben Fylling

 

NC: Qual o personagem que você mais se identificou na sua carreira ?
JC: Me identifico com todos, não tenho especificamente um. Geralmente é meu público quem responde por mim (risos).

NC: Você já fez Cinema e TV,  que coisa...
JC: Já fiz Cinema, TV e Teatro. Já joguei nas onze.

NC: Fale sobre seus trabalhos e do seu atual ou projeto?
JC: Atualmente, quanto ao meu trabalho, estou à espera de convites, seja cinema, TV ou Teatro. Projetos são muitos para o final deste ano. Vou lançar meu segundo livro. Vou fazer meu casamento na praia de Copacabana, em frente ao Copacabana Palace, no dia 31 de Dezembro e vou completar 40 anos de Beija-flor. Ah, esqueci, aliás, tem muitos fãs e amigos pedindo a minha volta nas redes sociais, diariamente agora todo mundo posta a Hashtag '#VoltaJussaraCalmon para as novelas'. Foi uma iniciativa do querido fã Carlos Abreu e que tem tomado proporções lindas. Obrigada, querido, e a todos que compartilham. Inclusive você, Nancy, que tá engrossando este gostoso caldo. Gratidão é a palavra.

NC: O que é a Vida e o que significa viver, atuar e amar para você?
JC: A vida me persegue e eu não fujo dela. Ela vem até a mim e eu a vivo, vivo intensamente. O amor depende de qual você se refere. Enfim, há varios tipos de amar. Eu prefiro amar a vida, sempre. Porque é através dela que eu me mantenho viva.

NC: Fale um pouco sobre o que mais chamou a atenção de seus fãs sobre a sua biografia "Jussara Calmon, Muito Prazer", lancada em 2012.
JC: Na realidade, meus fãs esperavam um monte de putaria e ficaram surpresos com a minha trajetória de vida que abrangia a minha infancia e a minha adolescência.

NC: Você lançará um novo livro, fale do que mais está gostando nele.
JC: O que eu gostei foi da participacao em massa dos fãs. Tem um trecho em especial que gostei muito e vai aqui com exclusividade para os leitores da Nancy. Segundo o livro, quem já leu diz que desta vez eu me separo, porque 50 TONS DE CINZA não são todas as cores do arco iris perto dele. Vai ai um trecho de um depoimento de um fã para o livro para botarmos fogo de vez nesta entrevista, um beijo gostoso a todos:
"Jussara, sou seu fã antes de você nascer, nossas almas se entrecruzaram quando te vi nos grandes ecrâs aqui em Portugal, eu vi ao clássico COISAS ERÓTICAS. Eu te amo antes de ser concebida, meu amor, minha patrícia de terras nunca longínquas, pois a alma desconhece espaço, tempo... só a pureza e o amor. Sinto tuas mãos a passearem o meu corpo, teu gosto, teu cheiro e gozo, gozo como nunca antes havia gozado em toda a minha vida, meu eterno amor."

NC: E, para finalizar, o que é fazer um programa como o 'Jogando Merda No Ventilador'?
JC: Menina, o bagulho é doido, primeiramente, obrigada pela oportunidade em dar-lhe esta entrevista. E, muito obrigada, por você ter sido a oitava entrevistada polêmica do meu programa. Tem muitos views e muita gente compartilhando. Então, para mim é isto ai, é ter gente que fale a verdade, que nem você fez... Que mostre à sociedade o que todos querem dizer, reinvidicando seus direitos. É um barato fazer este programa por isto, as pessoas falam realmente o que sua época atual precisa. Mais uma vez, obrigada. E, quem sabe, você não vai estar lá de novo. Ah, tem e-mail meu lá para quem quiser mandar dicas e sugestões.

 

Com minha neta Mariana Cobo e também escritora (Foto: GSVIP)

 

NC: Querida, será um prazer novamente. Obrigada, Jussara, linda, pela entrevista e muito sucesso no seu programa que eu adorei ser entrevistada. E agora abri o canal 'Dicas Culturais da Nancy Cobo' há 06 dias e já tive 127 visualizações. Bem, estou satisfeita pelo retorno, Cultura um TEMA MUITO IMPORTANTE, a resposta inicial foi além do que eu previa. Obrigada a todos que entraram e quero comunicar também que divulgo no Instagram todos os vídeos. Compartilhem meu canal e minha coluna aqui, queridos, e aguardem a próxima ou o próximo entrevistado aqui na minha coluna. Um beijo no coração de cada um de vocês que tiram um tempinho para vir aqui ou ver minhas novidades pela Web! Também respondo a e-mails com dicas e sugestões.

Canal da Jussara, se inscrevam e compartilhem!
https://www.youtube.com/channel/UC51xetHzdH2C_DLaXhQWMAA

Minha entrevista com a Diva Jussara Calmon, modéstia à parte, imperdível!!!




Endereço do meu canal:
https://www.youtube.com/channel/UCzu9oMFNV3tNphPfKWXHyfA

Minha última dica:


 

A gente celebrando o parabéns com a outra
aquariana acendendo a vela, Carmen (Foto: GSVIP)

niver-viagens_728x90

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Chalezinho_300x250