Não Perca!

kflyergeral

Divulgação

 

Alice ¼

Alice é assassinada em um quarto do prostíbulo onde trabalhava e o publico é convidado a acompanhar as investigações a partir da apresentação de cada suspeito que esteve com ela naquela noite, avaliando a partir de um sorteio de cenas os acontecimentos de cada hora que antecede o crime. Um espetáculo com texto inédito criado pelo grupo Cena 5 com elementos inspirados na obra de Lewis Carrol, "Alice no País das Maravilhas" e na filmografia do diretor Quentin Tarantino.

Ficha técnica:
Texto: Cena 5
Direção: Gira de Oliveira
Elenco: André do Amaral, Lídia Oliveira, Márcio Borges, Paolo Suhadolnik, Thiago Gomes

Serviço:
Data: De 14/07 a 27/08/2017   
Horário:  Sexta e Sábado às 21h -  Domingo às 19h
Duração: 75 min
Faixa ou indicação etária: 12 anos
Local: Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo – (Sala Multiuso)
Endereço: Avenida Paes de Barros, 955 - Mooca
Retirada de ingressos: 1 hora antes
Valor: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)
Informações: 2605-8007


Teatro Adulto 'Agnaldo Rayol - A Alma do Brasil'

'Agnaldo Rayol - A Alma do Brasil' é um espetáculo teatral-musical com 5 indicações a prêmios, sucesso de público e crítica. Com Direção de Roberto Bomtempo e texto de Fátima Valença. Protagonizado pelo ator e cantor Marcelo Nogueira (indicado ao Prêmio Cesgranrio de Melhor Ator de Musical 2015). A peça conta passagens da vida musical de Agnaldo numa espécie de show-cênico intimista, entremeado de registros sonoros e visuais de sua carreira e de uma época, rendendo a nossa homenagem ao personagem título desse musical "AGNALDO RAYOL".

Ficha técnica:
Autor: Marcelo Nogueira
Texto: Fátima Valença
Direção: Roberto Bomtempo
Direção musical: Marcelo Alonso Neves
Elenco: Marcelo Nogueira, Stela Maria Rodrygues, Mona Vilardo e Fabrício Negri.

Serviço:
Data: De 04/08 a 03/09/2017   
Horário: sexta e sábado, às 21h e domingo, às 19h
Duração: 105 min
Faixa ou indicação etária: 12 anos
Local: Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo
Endereço: Avenida Paes de Barros, 955 - Mooca
Retirada de ingressos: 1 hora antes
Valor: R$ 20,00 (INTEIRA)  R$ 10,00 (MEIA)
Informações: 2605-8007
Obs: Não haverá apresentação no dia 20/08 (Domingo)


Teatro Infanto-Juvenil: 'Inimigos'

Em algum lugar que poderia ser uma cidade, uma floresta ou um deserto, há dois buracos. Neles, dois soldados. Eles são, inimigos. A guerra os colocou em lados opostos. E assim brincam de inimigos conforme ensinou o manual (que diz tudo sobre o inimigo). Os inimigos são exatamente iguais. Quase sempre assustados, com saudades das famílias, todos nervosos, com frio, calor e fome. Se por acaso um dia eles trocassem de lado, não mudaria nada, ninguém notaria, porque os de lá são iguais aos de acolá. Então, por que lutam?

Ficha técnica:
Autor: Cia de Feitos
Direção e Dramaturgia: Carlos Canhameiro
Elenco: Artur Kon, Carla Massa, Giscard Luccas, Paula Mirhan, Paula Serra e Rui Barossi

Serviço:
Data: De 05/08 a 03/09/2017   
Horário: sábado e domingo, às 16h
Duração: 55 min
Faixa ou indicação etária: LIVRE
Local: Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo
Endereço: Avenida Paes de Barros, 955 - Mooca
Retirada de ingressos: 1 hora antes
Entrada Franca.
Informações: 2605-8007
Obs: Não haverá apresentação no dia 20/08 (Domingo)

Música: 'Trio Que Chora'

A principal característica do Trio que Chora é trazer para o choro a diversidade rítmica da música brasileira: Samba, Maracatu, Ijexá, Forró, Rasta Pé e Ciranda, entre outros. Para esta apresentação foram selecionadas músicas gravadas no CD Setembro somadas a autores escolhidos por afinidade ao trabalho do grupo. Contempla compositores contemporâneos como Rosana Bergamasco, Toninho Ferragutti, Dante Ozzetti, Toquinho, Paulinho da Viola, José Miguel Wisnik, Thadeu Romano - ao lado de autores tradicionais como Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Zequinha de Abreu, Waldir Azevedo e Jacob do Bandolim, entre outros. O Trio que Chora surgiu em 2007, formado pelas instrumentistas Cássia Maria (percussão e voz), Rosana Bergamasco (violão sete cordas) e Marta Ozzetti (flauta). A diversidade rítmica é o grande diferencial deste trabalho. Além da flauta, do violão sete cordas e do pandeiro, o Trio utiliza em suas apresentações uma variedade de instrumentos de percussão. Passeia por distintos ritmos brasileiros como o choro, samba, baião e forró com delicadeza, alegria e descontração, e cantam músicas tradicionais da MPB. No repertório, composições de grandes mestres com arranjos próprios, como Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Zequinha de Abreu, Waldir Azevedo, Jacob do Bandolim ao lado de compositores contemporâneos como Paulinho da Viola, José Miguel Wisnik, Dante Ozzetti,Toninho Ferragutti, Thadeu Romano, Edmilson Capellupi, Zé Barbeiro, Rosana Bergamasco e autores da MPB como Paulo Vanzolini, Noel Rosa, Ataulfo Alves, Dona Ivone Lara, Nelson Cavaquinho, entre outros. O grupo tem um CD lançado, "Setembro" de 2012, distribuído pela Tratore. Está em fase de finalização do 2º CD.

Ficha técnica:
Autor: Trio que Chora
Cássia Maria: percussão
Rosana Bergamasco: violão 7 cordas
Marta Ozzetti: flauta

Serviço:
Data: 05/08
Horário: 18h sábado
Duração:  60 min
Faixa ou indicação etária: LIVRE
Local: Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo - Saguão
Endereço: Avenida Paes de Barros, 955 - Mooca
Valor: Gratuito
Informações: 2605-8007


II Encontro Histórico-Cultural da Mooca 

O Centenário da greve geral operária, ocorrida em julho de 1917 em tecelagem da Mooca, será o tema da edição do II Encontro Histórico-Cultural da Mooca. Com o objetivo de promover o resgate histórico local, o evento visa contribuir para mostrar fatos importantes do bairro e revelar personagens que ficaram esquecidos no tempo, como o jornalista e principal ativista daquele período, Edgar Leuenroth, um dos homenageados da noite. A programação prevê, ainda, uma encenação teatral de momentos importantes do movimento operário e dos anarquistas, números musicais e mini-palestras, com direito a bolo e o parabéns a você pelos 461 anos da Mooca. Será aberta, ao final do evento, uma exposição fotográfica "O centenário da greve geral de 1917 e o papel da Liga Operária da Mooca" no foyer do Teatro, que ficará aberta para visitação pública até 31 de agosto, com fotos do acervo do Museu da Imigração. Sobre o contexto histórico, naquela época, a carestia atingiu diretamente milhares de trabalhadores das fábricas de bairros operários como Mooca, Brás e Belenzinho, que já sofriam com condições inadequadas de trabalho, jornada longa em ambientes insalubres, e a exploração de trabalho infantil. "Não tinhamos uma regulação das leis trabalhistas como se conhece hoje em dia, por isso a importância em lembrar um momento que contribuiu efetivamente para consolidar esses direitos. Foi um momento em que a sociedade paulistana, operários, jornalistas, intelectuais e, até mesmo alguns donos de fábrica, uniu-se em prol de condições melhores de vida ", comenta a jornalista Elizabeth Florido, uma das coordenadoras do evento que acontece no dia oficial do aniversário do bairro, em 17 de agosto.
A realização é da Associação Comercial de São Paulo - Distrital Mooca, com apoio da Unicapital/Uniesp, Rotary Mooca, Buffet Tulipas, e patrocínio do São Cristóvão Saúde.

Serviço:
Data: 17/08
Horário: terça, das 19h às 22h
Faixa ou indicação etária: LIVRE
Local: Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo
Endereço: Avenida Paes de Barros, 955 - Mooca
Retirada de ingressos 1h antes.
Entrada Franca.
Informações: 2605-8007


X Festival de Inverno da Mooca

A Mooca é conhecida por ser um bairro que tem hino, bandeira e brasão, coisa incomum nos outros bairros. Em 2007 passou a ter  também , no mês de seu aniversário, um festival de inverno que  leva ao público vários tipos de arte : corais, ballet , bandas , músicos eruditos e populares, grupos de teatro  e muito mais. O Festival de Inverno da Mooca já passou por vários endereços: Teatro da Unicapital, Moinho Eventos, Clube Juventus e agora no teatro Artur Azevedo, onde se realizará no  próximo dia 20 de agosto , quando  completa 10 anos . Realizado pela associação Amo a Mooca para homenagear o aniversário do bairro, se tornou tradicional e foi transformado pela secretaria de turismo, em evento oficial da cidade. Este ano terá início às 11h da manhã com uma abertura especial com músicos profissionais de alto nível. As 14h começam as apresentações de todos os inscritos, onde haverá uma grande diversidade e todos poderão apreciar o melhor de cada arte.

Serviço:
Data: 20/08
Horário: domingo, a partir das 11h
Faixa ou indicação etária: Livre
Local: Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo
Endereço: Avenida Paes de Barros, 955 - Mooca
Retirada de ingressos 1h antes.
Entrada Franca.
Informações: 2605-8007

niver-viagens_728x90

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Chalezinho_300x250