Dona Nair Elisa, mãe do Jornalista, foi enterrada no São João Batista no Sábado passado.

ndonanairelisa2

Foto: Daniel Marques

 

Faleceu na última sexta (10), Dona Nair Elisa, de 94 anos, após um mês internada no hospital Miguel Couto, no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro. Nair Elisa havia quebrado o quadril - sofrido uma fratura do colo do fêmur, no dia 10 de Fevereiro devido a uma queda brusca no apartamento do filho, em Ipanema, onde estava com ele desde Dezembro de 2016, vinda de Porto Alegre/RS. Luiz Carlos Lourenço contou que Nair Elisa teve que ser levada às pressas para o hospital pelos bombeiros do SAMU. Chegando lá, ela foi internada em estado delicado, no segundo andar do Miguel Couto, unidade 209, no leito 1, onde recebia excepcional atendimento dos médicos daquela unidade, enfermeiros e pessoal de apoio. Os exames preliminares de uma equipe de ortopedistas constataram a fratura da bacia e que ela deveria ser operada urgentemente.

Dia e noite, Luiz acompanhou sua Rainha no hospital com fé em melhoras e, ao mesmo tempo, dando atenção ao carnaval e orientando o fotógrafo-jornalístico Daniel Marques a fazer as benesses quanto à festa popular em seu lugar. O assessor da LBV teve ainda disposição para alertar todos os amigos de suas redes sociais enquanto estava do lado de dona Nair no Miguel Couto:

"Sem conseguir dormir, mas com muita fé em Jesus e em Nossa Senhora, estou ao lado de minha mama, Nair Elisa que está internada em estado delicado no Hospital Miguel Couto, unidade 209 no segundo andar, leito 1. Lá ela está recebendo excepcional atendimento dos médicos daquela unidade, enfermeiros e pessoal de apoio. Meu abraço especial à técnica de enfermagem Conceição e sua equipe do Samu, que a conduziram ao Miguel Couto e uma gratidão especial ao valente corpo de funcionários do Miguel Couto, que da recepção à equipe de ortopedia, Thais e seus colegas do serviço de trauma, técnicos do RX e auxiliares, estão sendo incansáveis nos cuidados com o meu tesouro, minha mãe", post do dia seguinte à internação de sua mãe, querida por todos.

 

ndonanairelisa9Foto: Daniel Marques

 

No dia 14, antes de seu pré-operatório, em que dona Nair Elisa faria uma cirurgia para receber uma placa de platina, ela já começava a receber visitas. Familiares e amigos do Jornalista, que passaram a amar sua mãe desde quando a conheceram na festa de aniversário da atriz Leda Lúcia, foram matar as saudades e dar forças a Dona Nair. Lúcida, observadora e sempre falante, Dona Nair posava para fotos com os amigos do filho. Isso era uma grande distração para Luiz, que aproveitava para falar de um dos assuntos que mais gosta em suas páginas o Carnaval e dar notícias sobre os famosos. Lá de dentro, o Jornalista não parava o ofício, fez uma matéria especial sobre Inácia - A Guerreira, que mora no Miguel Couto há 3 anos, uma das colegas de sua mãe na enfermaria.

A cirurgia, marcada para o dia 23, da fratura subtrocantérica do fêmur esquerdo de Dona Nair precisou ser adiada para o dia seguinte e a mãe do jornalista se manteve forte até o dia, recebendo uma onda de pensamentos positivos pelo Facebook do filho, ligações e E-mails para o jornalista. Em agradecimento ao hospital, uma nota de Luiz foi ao ar no jornal o globo, na íntegra:



No dia 24, a cirurgia ocorreu bem e Luiz agradeceu em seu perfíl, aliviando os amigos, segue reprodução na íntegra:

"Gratidão ao meu Jesus e o meu muito obrigado aos amigos"

Com alegria no coração, após duas semanas de expectativa, mas com muita ESPERANÇA e FÉ EM DEUS, comunico que minha mãe já foi operada hoje no Hospital Municipal Miguel Couto, num procedimento médico coroado de êxito. Ela saiu da cirurgia de mais de quatro horas lúcida, alegre, brincando com os médicos e anestesistas e já se encontra em recuperação no CTI daquela unidade médica. Tudo indica que já neste sábado, NAIR ELISA voltará logo à enfermaria 203 preparando-se para a alta médica.

Minha mensagem de hoje é de agradecimento a Jesus e a Nossa Senhora, para quem orei muito e também para as mãos abençoadas dos ortopedistas Paulo Túlio, Geraldo Peixoto, Bruno Dias, Rodrigo Aquino, João Otávio e Rodrigo Camisão e vários colegas de profissão, além do suporte inigualável do corpo de anestesistas, enfermeiros, auxiliares, maqueiros, nutricionistas e demais funcionários do hospital Miguel Couto. Todos ali trabalham com dedicação e muito amor.

Minha gratidão eterna aos amigos e familiares que se uniram numa só corrente de oração pelo restabelecimento de minha mãe. Deus é poderoso. concilia tudo e faz milagres em nossas vidas, fazendo com que muitos lares sejam refeitos e que muitas famílias passem a ficar mais unidas. Com ELE, também muitas curas são feitas, muitas pessoas foram libertas dos vícios das drogas, muitas portas de empregos foram abertas pois Deus ouve sempre o nosso clamor. Tenho certeza que ao final dessa nossa provação e luta pela saúde, Deus continuará ouvindo nossas preces".

O dia seguinte seria o Baile do Copacabana Palace, onde Luiz vai todos os anos como jornalista especial para cobrir o evento, mas os compromissos com sua Rainha o fez esquecer de todo o carnaval. Todos os amigos, que compareceram ao mais famoso baile do mundo, sentiram a falta de Luiz que deixou uma lacuna enorme na festa.
"Meu bloco de Carnaval, este ano, só tem uma rainha, minha mãe. Peço aos meus amigos um brinde à Dona Nair Elisa, que adora uma cervejinha sem álcool. Mas, se beber, não dirijam, kkkk", disse Luiz.

Luiz fez também campanha para doações de Sangue ao Miguel Couto, logo após a cirurgia de sua mãe. No dia 08 de Março, dona Nair Elisa deixou o hospital e Luiz agradeceu aos amigos em seu Facebook, "Minha devoção em Jesus e a gratidão a minha Nossa Senhora das Graças. Voltei para casa há pouco com minha mãe, justamente na hora do Angelus, a hora da Ave Maria. Agora serão dias e dias de recuperação, mas no seio da nossa família. Os médicos recomendaram que ela tivesse repouso absoluto, sem visitas por enquanto nos próximos dez dias. mas Nair Elisa pede para que eu publique esta mensagem para agradecer cada amigo que ela ganhou no hospital Miguel Couto, cada um que orou por ela, cada irmão que fez doações de sangue e a todos que fizeram um pensamento positivo pelo seu restabelecimento".

Luiz contou que Dona Nair, ao sair de cadeira de rodas, ainda no hospital, disse: "Não vou mais usá-la. Para quê?"

No dia dez, Daniel Marques, as uma da manhã, anunciou o que ninguém queria ler em sua linha do tempo, o passamento de Dona Nair:




"Minha Rainha de olhinhos azuis partiu, mas sei que ela está bem, voltando à Pátria Espiritual com Jesus e Nossa Senhora

Parece um pesadelo, mas sei que o meu Deus também tem saudades dos filhos queridos e levou ontem à noite minha mãe querida, meu tesouro, minha rainha. Chorei a noite inteira, num canto do quarto, mas sei que ela não aprovaria isso. Quero lembrar da minha Nair Elisa assim, alegre, tomando um chopinho, cheia de vida. Vamos nos despedir dela no Rio de Janeiro, hoje ou amanhã, no São João Batista, ainda sem horários de velório ou sepultamento. Decidimos por este procedimento, eu e minha mana Magali, porque que ela curtia o Rio e veio passar os últimos meses de sua vida na Cidade Maravilhosa que ela amava tanto e onde me apresentava às pessoas, orgulhosa, 'enchendo a boca' e dizendo, 'este é o meu filho jornalista, ele conhece todo mundo'.
De minha mãe, dois versinhos de sua autoria, que ela declamava com orgulho.
Na terceira das três fotos abaixo, o último clique de minha véia, registrado pela amiga Inácia Alcantara, mostrando minha mama dando um adeuzinho para as outras pacientes ao deixar a enfermaria do Miguel Couto, na quarta-feira.
"Que os céus me deem os campos estrelados e também os raios de sol purificados", disse Luiz.

Todos os amigos postaram suas condolências nas postagens de Luiz e/ou faziam suas próprias postagens em seus perfís.

 

ndonanairelisa8Foto: Arquivo Pessoal

 

A despedida à Dona Nair Elisa aconteceu no clássico cemitério São João Batista, em Botafogo, onde várias celebridades, de Carmen Miranda à Tom Jobim, estão sepultados. O dia 11 foi um belo dia. O velório, na capela de número 02, foi das sete da manhã até às duas horas da tarde. Vários amigos de Luiz Carlos Lourenço, que se tornaram filhos órfãos de Dona Nair compareceram para ver pela última vez aquela expressão doce e angelical da Rainha do jornalista que ficará para sempre no coração de cada um. A irmã de Luiz, Magali, estava junto com o irmão ao caixão que viam o coral ecumênico de Jovens e Adultos da LBV entoarem as canções que Dona Nair Elisa mais gostava. Amiga e irmã do coração de Luiz Carlos Lourenço de longa data, a cantora Eliana Pittman lembrava ao coral vários clássicos para ecoarem em absoluto naquele momento, como o coro clássico Hallelujah de Händel Messiah. Num discurso emocionado, Luiz disse que sua mãe era um grande exemplo de mulher, que não tinha preconceito com nada e com ninguém e que seu coração cabia todos. Luiz ainda lembrou que, para fazer surpresas a sua mãe, dizia que a levaria em alguma missa ou visitaria algum amigo. Uma de suas maiores emoções foi quando disse à Dona Nair que a levaria à Missa e ela já estava pronta com o Terço na mão. A igreja foi o teatro Net Rio e a missa foi o show do cantor Moacyr Franco, cujo ela era muito fã e recebeu um grande abraço dele. O show foi no dia 25, no Projeto Jovens Tardes. Luiz não se conteve em relatar a emoção da mãe na ocasião.

Após o velório, o corpo de Dona Nair Elisa foi levado para o endereço 28/5014 do São João Batista. Luiz disse que sua mãe era uma guerreira lutadora, apaixonada pelo seu pai, que soube como criar sua família. Assim que a gaveta foi fechada, Dona Nair Elisa recebeu uma grande salva de palmas. Como Dona Nair era sempre alegre e avessa à tristeza, amigos se reuniram com Luiz Carlos Lourenço para celebrarem a vida, como Dona Nair Gostava, num bar em frente ao São João Batista.

A missa de sétimo dia de Dona Nair será realizada na Paróquia da Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, nesta quinta-feira, dia 16, às 18h30. O ato religioso será celebrado pelo Padre Jorjão. Canções que Dona Nair Mais adorava serão interpretadas pelas vozes das cantoras Vitória Virtus, que vai cantar 'Eu sei que vou te Amar', Karina Duque Estrada, do The Voice Brasil, que cantará 'Eu nunca mais vou te Esquecer' (de Moacyr Franco) e Eliana Pittman, que encerrará a missa cantando Ave Maria (de Fafá de Belém).

ndonanairelisa6Foto: Arquivo Pessoal

 

Paiva Netto, na Sexta-feira, 10/03/2017, mandou uma mensagem de conforto ao amigo Luiz Carlos Lourenço:

"Estimado Amigo
Luiz Carlos Lourenço
Deus está presente!

1) Recebi a notícia de que a sua querida Mãe, Dona Nair Elisa, voltou ontem para casa, o Mundo Espiritual, de onde todos viemos.
2) Graças a Deus, a certeza de que os mortos não morrem traz o conforto maior nessa hora para nossas Almas.
3) Peço a Jesus, o grande Benfeitor da Humanidade, que fortaleça o coração do caro amigo, que naturalmente sente a saudade do Amor incomparável de sua mãezinha muito amada.
4) À nossa bondosa Dona Nair Elisa, as vibrações de Paz da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo!

Abraço fraterno,
Viva Jesus!
José de Paiva Netto".

Leia abaixo, na íntegra, alguns agradecimentos do jornalista Luiz Carlos Lourenço a vários amigos:

"Toda minha gratulação ao irmão Paiva Netto
Passadas algumas horas do momento em que eu e minha irmã Magali sepultamos nossa amada mãe, NAIR ELISA, quero dedicar meu domingo ao reconhecimento para todas aquelas pessoas que nos ajudaram nesta triste jornada, começando pelo meu querido amigo, jornalista e irmão José de Paiva Netto.

Eu costumo sempre escrever que é a LBV, em todas as mazelas que ocorrem em diversas cidades brasileiras e também no exterior, é sempre a primeira instituição a estender a mão oferecendo a ajuda necessária. Isso acontece nas enchentes, na seca, nas intempéries, nas campanhas contra a fome, na luta pela paz no Esporte, contra as ondas de violência e em outras duras situações.
E agora a ajuda, necessitando eu de uma mão amiga e de uma forma imediata, surgiu este apoio da LBV na dolorida despedida, na passagem de minha mãe para o Plano Espiritual, onde sei ela descansará em paz ao lado de Jesus e Nossa Senhora.
Minha Rainha faleceu no final da noite de quinta e alguns momentos depois, eu já recebia uma comovente mensagem do Irmão Paiva. Ontem, enquanto a velávamos, recebemos o conforto de dezenas de legionários, além da participação do jovens e adultos que integram o coral da Legião da Boa Vontade, entoando muitas canções em louvor a Jesus e à mãe Santíssima, com maestria e respeitabilidade. Não deixando de ser jornalista mesmo numa hora dura destas, percebi até que várias pessoas que velavam por seus entes queridos em outras salas, entraram na capela onde NAIR ELISA era pranteada e assistiram emocionados os cânticos. Todos percebiam que se tratava de um verdadeiro réquiem de corpo presente a uma legionária que seguia para os braços do Altíssimo".

"O amor aos idosos
Tudo o que aconteceu nos últimos momentos me fez recordar do importante editorial publicado por Paiva Netto na 24a edição da Revista LBV (Jan/Fev. de 1992), publicado anteriormente na década de 1980, pela jornal Folha de S.Paulo. Recordo que o diretor presidente da LBV afirmava que “vivemos época de constante progresso material. Entretanto, não se verifica o correspondente avanço no campo da ética e do Espírito. Resultado: males como a fome, a violência e o desrespeito à Natureza perduram. E lamentavelmente as pessoas da terceira idade também são atingidas pela frieza dos sentimentos humanos. É verdadeiro crime não se reconhecer o valor dos Irmãos idosos. Neste período da vida, mais do que nunca se fazem merecedores do carinho e da solidariedade dos mais moços, num justo reconhecimento à contribuição que legaram à sociedade.

Na LBV, não acreditamos em velhice como sinônimo de coisa deteriorada. Ninguém é velho quando tem um bom e grande Ideal. Pode não mais carregar um piano, não mais passear de motocicleta. Se possui, porém, ânimo dentro de si, é jovem. As pessoas a certa altura da vida precisam, com raras exceções, aposentar-se de seus empregos, mas não o devem fazer com relação à vida. Devem ir à luta enquanto puderem respirar.
A Legião da Boa Vontade mantém com o seu extenso trabalho de promoção humana e social Lares de amparo aos velhinhos e espaços saudáveis de convivência. Neles, os vovôs e as vovós são tratados com muito Amor e, o que é melhor, aprendem que nunca é tarde para colaborar com suas experiências, em prol de uma Humanidade mais feliz, pois é a força dos bons exemplos que inspira as novas gerações a vencerem os obstáculos da existência terrena. (...)Pode parecer um paradoxo. Todavia, o país que desampara os seus idosos não crê no futuro da sua mocidade. Que é a nação, além de seus componentes? Havendo futuro, os moços envelhecerão. Viverão mais. Contudo, também irão aposentar-se... Uma convicção arraigada do gozo imediato das coisas é a demonstração da descrença no amanhã. E há os que ainda moços pensam: “Vamos viver agora, antes que tudo acabe! E os que conseguiram resistir tanto, que se danem...” Não há exagero algum aqui. É o que também se vê. Tem-se a impressão de que alguns daqueles que desfrutam do vigor da juventude ignoram a possibilidade de alcançar a decrepitude. Mas poderão chegar lá... Não existe futuro sem moços. Também não o há sem os idosos.

Temos de aliar ao patrimônio da experiência dos mais velhos a energia dadivosa dos mais moços. (...)
Lutamos por um mundo que ofereça oportunidades para todos. E isto não é impossível. Impossível é continuar como está: a terrível paisagem das Almas ressequidas pela indiferença ao Amor de Deus, como os ossos secos da visão do livro do Profeta Ezequiel, 37: 1 a 14. O nosso planeta tem de receber o sopro espiritual da Vida, pois é rico e muito amplo, com espaço suficiente para todo mundo. (...).
Saiba, meu caro Irmão Paiva, que, em memória do espírito de luz de minha amada mãe, iremos doar na próxima semana ao Lar Alziro Zarur, mantido pela LBV, a cadeira de rodas sem uso que comprei para minha mãe, equipamentos ortopédicos, pacotes de fraldas geriátricas, cobertores, camisolas novas e medicamentos, para serem utilizados pelas vovós e vovôs que lá recebem um tratamento digno".

"Minha gratidão ao coral ecumênico de jovens e adultos da LBV
Minha irmã e eu ainda estamos sob forte emoção, ainda ecoando em nossos corações as lindas vozes do coral da LBV, que nos deram um alento magistral, no velório de minha estimada mãe, realizado ontem na capela 2 da Real Grandeza, do cemitério São João Batista. onde ela foi sepultada.

Tenho certeza de que minha família e dezenas dos nossos amigos que lá estavam jamais esquecerão destes momentos divinos de louvor a Jesus e Nossa Senhora".

 

ndonanairelisaFoto: Arquivo Pessoal

 

"O meu obrigado à amiga de todas as horas
Nunca estamos sós, é verdade.

É bom saber que temos amigos em quem podemos confiar e contar sempre, como minha irmã ELIANA PITTMAN, uma fiel amiga e escudeira há mais de 40 anos.
Deixando até seus compromissos musicais de lado, durante várias semanas, Eliana visitou minha mãe no Hospital Miguel Couto e aqui em Ipanema. Ontem cedo, foi uma das primeiras a chegar ao velório e nesta dura despedida de minha mãe trouxe flores; Não nos deixando esmorecer um minuto,nos ajudou a deixar como um belo jardim a urna que guardava o corpo de Nair Elisa, enquanto seu espírito seguia para a eternidade.
Sou grato a essa guerreira amiga, que é do time das pessoas que nos apoiam e nos acolhem com tanto carinho.Eliana já perdeu o pai e a mãe e vive praticamente só, mas com uma legião de amigos.
É certo que tenho passado momentos muito difíceis e Eliana sabe bem disto.E comigo ela está´sempre dando-me palavras de conforto e ânimo.
Sou grata a Deus por ter conhecido tantas pessoas boas como ela, de coração aberto e firme.
Quero agradecer a você, Eliana, por tudo.
Em especial por estar ao meu lado, sempre.
Saiba que eu também quero fazer por você o que for possível.
Disponha da minha amizade sincera.
Meu eterno agradecimento. Saiba, que, na luz, minha mãe estará torcendo por você, como a querida Ophelia, sua inesquecível mãe".

"Obrigado, Vivi, minha vitoriosa amiga
VITORIA VIRTUS, obrigada simplesmente por você existir e estar sempre pronta para ouvir com toda a paciência o que tenho a dizer e compartilhar dos momentos difíceis, como foi a doença e a passagem recente de minha mãe para o Plano Superior.

Saiba que você é uma pessoa iluminada que entrou em minha vida quando eu me sentia bastante só e sem poder confiar em muitas pessoas. No começo não entendi muito bem como você ficou para sempre em minha vida, mas agora compreendo que nossos laços vem de outros planos e são muito fortes e inquebráveis.
Você é uma amiga verdadeira com quem passei a dividir os momentos bons e os ruins também. As minhas alegrias, as minhas dúvidas, as minhas lamentações, os meus amores e os meus desejos são plenamente compartilhados com você que tem sempre uma palavra de carinho para me dizer. Mesmo que você não saiba como me aconselhar não se importa em trilhar o caminho ao meu lado e por isso e por muito mais te digo; obrigado por tudo, amiga, grato por estender sua mão sempre!”

"Gratidão a um anjo, Tânia malheiros
Os amigos de verdade se revelam nos momentos difíceis da vida, naquelas horas em que realmente precisamos deles perto de nós, naquelas ocasiões que não são propriamente felizes, nem de alegria, mas de muita tristeza.

Nas situações complicadas da vida, como a morte de minha mãe, foi bom avistar aqueles que vemos por perto, que estão ao nosso lado, como a querida jornalista, amigo e grande cantora TANIA MALHEIROS.
Sei muito bem, Taninha, o quanto foi difícil você se deslocar ontem do outro lado da baía, onde cuida de sua mãe nos finais de semana, para ir até Botafogo, comparecendo no velório de minha mãe, ao lado de tantas pessoas queridas que foram confortar eu e minha mana. Estes são realmente os nossos amigos.

Eu tenho muito o que agradecer a você. Agradeço pela sua amizade, pelo seu apoio incondicional, pelo seu esforço em me fazer sentir bem, e em me fazer acreditar que tudo isso vai passar e eu vou voltar a ser feliz. Muito obrigado por ser tão amiga, por ser uma das minhas melhores amigas, por ser a minha irmã de alma e estar comigo neste momento tão complicado.

Os amigos realmente são os anjos que Deus coloca na nossa vida, e você bem sabe que é o meu anjinho especial".

"Na seara do agradecimento, para amenizar a dor
É muito bom aprendermos a ser gratos por tudo o que a vida nos dá, mesmo que sejam coisas tristes. Muitas vezes é na dor que descobrimos o valor da vida e na tarde de ontem, durante o velório e o sepultamento de minha mãe, percebi que não estou só e sou rico de amizades, o mais valioso bem que devemos cultivar.

- Muito agradecido ao ator, produtor, diretor e apresentador FERNANDO RESKI, que também está passando difíceis com a saúde de sua mãe, internada no CTI do Hospital São Lucas.

- Meu muito obrigado ao ator, diretor, produtor, poeta e escritor GUALDINO CALIXTO, um dos primeiros amigos a chegar à capela ontem pela manhã, acompanhado do fotógrafo LUIZ ALBERTO.

- Meu abraço de agradecimento ao ator de teatro, cinema e TV, DEO GARCEZ, um maravilhoso artista maranhense e do qual desfruto uma honrada amizade há vários anos.

- Grato à atriz, produtora e diretora AYALA ROSSANA, que também me confortou durante o velório.

- Meu reconhecimento ao amigo JOSÉ ANTONIO PAES MONTEIRO, que demonstrou que é pau para toda obra, principalmente para os momentos difíceis.

- Vai também um afetuoso abraço à querida MOEMA ARRAES, que visitou minha mãe várias vezes no Miguel Couto, estendendo sua mão amiga e mostrando o quanto é importante apoio nestas ocasiões.

- Um beijo na sempre linda atriz VERA VIANNA, uma carinhosa e sempre presente amiga".

"Meu abraço de agradecimento aos queridos primos
Não posso deixar de fazer um caloroso registro da dedicação total a minha mãe que foi dispensada aqui no Rio por nossa prima querida, OLGA CALCANHOTTO BRITTO e seu belo filho JUNIOR, incansável nas atenções à NAIR ELISA. Mãe e filho estiveram várias vezes com ela, aqui em Ipanema e no hospital. Mesmo em serviço, no Batalhão de Choque da PM, Junior conseguiu ontem dar uma saída rápida para prestar a última homenagem e se despedir dela, chegando a ajudar a carregar o seu caixão. Como estava paramentado com a farda de choque, ao chegar, chegou a assustar alguns desavisados no velório, por alguns instantes.

Queridos primos, vocês fazem parte da minha família e da minha vida também. Vocês são um exemplo para mim, Olguinha é uma lutadora e seu filho orgulha a farda que veste. São duas pessoas que admiro muito. Suas qualidades não passam despercebidas por quem está perto de vocês e é por isso que eu e minha irmã nos sentimos privilegiados por isso. Somos sangue do mesmo sangue e precisamos ficar mais próximos. Construímos parte da nossa história da família juntos e quero que vocês continue perto de mim.
Guardem com muito carinho a última foto que juntos clicamos com ela, logo após o Natal passado".

"Muito grato aos competentes cirurgiões e ortopedistas do Hospital Municipal Miguel Couto
Meu carinho especial vai agora também, com total agradecimento aos principais cirurgiões e ortopedistas do Miguel Couto, onde minha mãe recebeu um tratamento especial, antes e depois de ter sido operada com brilhantismo pelo Dr. PAULO DI TULIO. Através dessa mensagem, quero agradecer. aos extraordinários profissinais da saúde: Allisson Venturini, Ana Carolina, Amanda Mourão, Brunno Benedetti, Bruno Parrilha, Bruno Dias, Danilo Chamarelli, Eduardo Merjan , Denner Ribeiro, Eder Souto, Eduardo, Heitor Rezende, Hélder Givigi, Hudson Sena, Hugo Assed, João Otávio Grossi, Geraldo Peixoto, João Paulo Chequer, José Soares, Gabriel Antunes, Leandro Monte, Matheus Kenji, Bruno Povoleri, Daniela Rivas, Matheus Fuser, Murilo Nogueira, Pedro Badim , Rafael Tinoco , Rodrigo Aquino, Rafael Carvalho, Rodrigo Camisao, Thiago Alvim, Vinicius Albano , Brenno sá, Marcos Motta, Vinícius Santos, Ney Pecegueiro, Vincenzo Giordano, Felipe Serrão, Paulo di Tullio, Carlos Eduardo, Thiago Lima, Renato Caravellos , Fernando Pinto, Nilton Gusmão, Alexandre Pallottino, Paulo Frederico, Marcos Paulo, André Gismonti, Marco Lages , Fabrício Santos, Luiz Augusto, Catarina Garcia, Renan Cantanhede e Ronaldo Arakaki, além do suporte dos enfermeiros, auxiliares de enfermagem, anestesistas, maqueiros, pessoal da Copa e outros profissionais, que agradecerei em separado.

Quero que saibam que suas ajudas me foram de grande valia naquele hospital e que certamente pessoas tão especiais como vocês estão sempre prontas para fortalecer a união fraterna.
Eu procuro olhar dentro dos corações das pessoas, porque sabemos que é de lá que extraímos o que temos de melhor.
Obrigado por sua atenção e pelo carinho dedicado a minha mãe..
Tudo o que fazemos pensando em ajudar ao próximo, pela própria lei da natureza, nos é devolvido em dobro.
Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça. E o inesperado aconteceu: depois de dois dias em casa, alegre e já se alimentando, o coraçãozinho de minha mama resolveu nos pregar uma peça e parou. E ela seguiu para eternidade leve, como um passarinho, sem dores nem lamentos.
Que o Universo cubram a profissão de vocês de bênçãos e sejam sempre muito felizes".

"Minha gratidão a um casal de vizinhos queridos, Conceição e Márcio
Pode ser que um dia nos afastemos...

Mas, se formos amigos de verdade, como somos,
A amizade nos reaproximará como nos reaproxima sempre, e principalmente nas horas das dificuldades.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro. Saibam que vocês, Conceição e Marcio, formam um casal de queridos seres que sabem ser anjos para todas as horas, sempre solícitos.
Estiveram ao meu lado quando eu mais precisei, na doença e na despedida de minha amada mãe.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Amo vocês".

 

ndonanairelisa10Celebrando a vida, dia 11, foto/selfie: Daniel Marques

 

"Agradeço pelo conforto e apoio numa hora difícil
Há momentos na vida em que nada é capaz de realmente nos acalentar o coração, mas saber que temos amigos e pessoas que nos amam e nos trazem conforto.

Em meu nome e falando também por meus irmãos Magali, Miriam(in memoriam) e Rogério, quero agradecer carinhosamente a todos os meus familiares e amigos que manifestaram as suas condolências e pêsames pela grande perda da nossa matriarca, nossa Protetota e Rainha, NAIR ELISA. Pelos gestos e palavras de conforto, pelas mais de 700 mensagens enviadas por e mail e pelas redes sociais, pelas orações e pelo carinho e atenção que tiveram comigo e com a minha família.
Vocês não fazem ideia de como receber o apoio de vocês foi importante para mim. Sem vocês ao meu lado, creio que não conseguiria novamente estar de pé.
Deixo a todos os meus mais sinceros agradecimentos e um abraço amoroso. O coração ainda dói, mas o amor que recebo ajuda a curar a dor.
Grato, de coração, aos estimados amigos:
Ricardo dos Santos Gitahy, Fernando Reski, Moema Arraes, Alice Potiguara, Daniel Marques, Maria Célia Vieira, Dayse Figueiredo, Carlos Vonpinaz Barreto, Conceição e Márcio Amaral, Daniel Marques, Jorge Bahoum, Jorge Iglesias (Isabelita dos Patins), João Marcelo, Vera Vianna, Paulo Taboada, Irlanda Silveira, Dougie Facie, Rita de Cássia Barroso, Fernando Medeiros, Adriano Scarpatto Canabarro, Nilmar Sales Paiva, Monica Cipriano, Vitória Virtus, Danielly Arruda, Deo Garcez, Samira Salomão, Célia Villas Boas, Gerse Cubiaco, Neide Modesta, Isabella Cunha, Telma Moreira, Jonas da Silva Quintela, Valmon Rodrigues, Junior Cardoso, Gabriel Modesto, Jaciria Cunha, Eliane Salles Pinto, Wilson Sebastião Pinto, Roberta Farias Machado, Ivete Maria Alves, Paulo Roberto Assis, Maria Freitas, Marcos Costa, Mario Luiz Rangel dos Santos, Rafael dos Santos Miranda, Marina P. Socorro Borba, Analia Oliveira, Eliana Pittman, Nivalda Aguiar, Junior Vasconcellos, Olga Calcanhotto Britto, Regina Martins, Pamella Isabelle, Celina Damasio, Eulalia Figueiredo, Telma Tavares, Lady Francisco, Ovadia Saadia, Fran Carlo, Adriana Calcanhoto, Claudio Egídio Hudolph, Elba Boechat, Claudia Silva, Teresinha Lopes, Tania Malheiros, Ca da Silva, Jany Rocha, Roger Rocha, Vinícius Bello, Irce Britto, Zezé motta, Teresinha Sodré, Kau Maracanã, Antonio Maria, Mari Esmeralda, Morena Leite, Miriam Netto e Antonio, José Antonio Paz Monteiro, Angela Rego Monteiro, Alzira Inês, Magda Botafogo, Carlinhos Lira, Herbert Portelada, Elisa Mascaro, Orlando Almeida, Luana de Almeida Reis, Eduardo Ferraz Bicudo de Castro, Suely Freitas, Marcos Freitas, Elisangela Lopes, Eduardo Trento, Ana Silva e Silva, Rogéria, Jane Di Castro, Maurício Code, Eduardo Moraes, Ofelia Perez Levices, Leda Lucia, Marcia Bahia, Lu Lacerda, Hildegard Angel, Ana Maria Ramalho, Uiara Zagolin, Rosemeyre Dias, Adele Fátima, Frederico Mendes, Rodrigo Faour, Kelly Duque Estrada, Karina Duque Estrada, Dulcinea Gitahy, Ayala Rossana, Yara Brazão, Cida Moraes e Daniel Chinicz, Luciano Alvez, Maria Alice Tokuy, Sandra Piscitelli, Wilson Moreira Alvez, Sylvia de Castro, Fernandes Lopes, Iara Henz, Christovam Chevalier, Leiloca Neves, Renato Rosa, Antonio Claret Ribeiro, Eunice Lobo, Zeneida Zapha, Bernardete Rodrigues, Paulo Raymundo Gasparotto, Mario Borriello, Eder Meneghine, Francisco Periotto, Ricardo Chagas Oliveira, Rosangela Garcia, Lucienne Franco, Ellen de Lima, Padre Jorjão, Paulo Roberto Araujo, Suzy Parker, Yeda Brown, Claudia Celeste, Claudia Orquídea, Elba Rodrigues, Gualdino Calixto, Luiz Alberto, ALuiso Pereira, Regina Lucia Mendes, Juju Pallito Azarays, Juju Maravilha, Milton Cunha, Dina Flores, Heloisa Tolipan, Alexandre Aponte Moreno, Edson Eduardo Alexandre, Ale Vanzella, Amaro Silva Nelson Tenchini e Darwin Perez".

 

ndonanairelisa11Divulgação

niver-viagens_728x90

Comentários   

0 #1 uiara zagolin 15-03-2017 13:18
Ao amigo Lourenço, que Deus conforte seu coração e mantenha os ensinamentos de sua mãezinha sempre guardado e, aproveito para parabenizar este veículo pela linda matéria.

Uiara
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

October 2017
Mo Tu We Th Fr Sa Su
25 26 27 28 29 30 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5
Chalezinho_300x250