linocorrea

O ator faz homenagem a 10 grandes amigas em seu livro "Meu olhar sobre Elas" (Foto: Luca Machado)

 

     Em meados de 2012, o ator e jornalista Lino Corrêa iniciou o difícil processo de selecionar um vasto material no baú de suas memórias para compor, meses depois, a construção de uma história a ser contada em capítulos sobre dez grandes mulheres brasileiras com as quais conviveu e compartilhou alegrias, dores, amores e experiências de vida, seja como artista, fã ou simplesmente ser humano.

     Wanderléa, Ademilde Fonseca, Carmélia Alves, Dona Zica, Sandra Bréa, Maria Alves, Rossana Ghessa, Elizabeth Gasper, Maria Cláudia e Orlette Corrêa tiveram em comum a coragem de viver uma existência repleta de amor, força e integridade, cada qual a seu jeito e a seu tempo, não havendo um critério de escolha nos nomes, a não ser pela cruzada de vidas que se esbarraram em alamedas e caminhos diversos, nascendo laços intensos e experiências únicas vivenciadas, somadas e divididas com o escritor, que são retratadas (com a autorização das famílias) nos capítulos deste livro.

     Cada personagem trouxe a Lino Corrêa lembranças profundas, como Sandra Bréa e a curta parceria de pouco mais de um ano, entretanto intensa a ponto de estar com ela nos dias finais de sua tumultuada vida; com Maria Alves, a emocionante descoberta de serem conterrâneos e descobrir sua mãe genética; Carmélia Alves, a eterna Rainha do Baião, vivenciar seu esquecimento no Retiro dos Artistas;  Maria Cláudia,  viver a dor da impotência em acompanhar de perto os sete anos que esteve muda; Orlette Corrêa, a  responsável por sua formação; Rossana Ghessa, a musa do Cinema Brasileiro que conheceu contracenando com ela; com Elisabeth Gasper se emocionou com sua história no campo de concentração antes de vir para o Brasil; Ademilde Fonseca, a nossa eterna rainha do chorinho; Wanderléa, a rainha da Jovem Guarda, um encontro com sua musa há trinta e dois anos resultou numa bela amizade e com Dona Zica da Mangueira que lhe ensinou a amar o samba...

     Enfim, personalidades diferentes que deixaram um rico legado para a posteridade e para o escritor a sensação de gratidão perante à vida por tê-lo contemplado como parte desta história que tem o prefácio escrito por Simon Khoury. Para escrever a introdução apresentando estas mulheres em seus capítulos, Lino Corrêa convidou nomes que foram ligados profissionalmente ou efetivamente a elas:

Ricardo Cravo Albin (Carmélia Alves);
Airton Barreto (Ademilde Fonseca);
Nélida Pinõn (Wanderléa);
Ednei Giovenazzi  (Maria Cláudia);
Ney Latorraca (Sandra Bréa);
Mauro Gianfrancesco (Elisabeth Gasper);
Durval Garcia (Rossana Ghessa);
Milton Gonçalves (Maria Alves);
Alcione (Dona Zica) e
Rosalgina Libório (Orlette Corrêa)

Conheça um pouco delas por Ele:
Wanderléa (Revolucionária de Comportamento);
Ademilde Fonseca (Pioneira a colocar voz no Chorinho) ;
Carmélia Alves (Levou o Baião para a Europa e virou Rainha do Baião)  ;
Dona Zica (Matriarca do Samba);
Sandra Bréa (Furacão e Fragilidade);
Maria Alves (Um talento que veio de Lagarto);
Rossana Ghessa (A Musa do Cinema Brasileiro);
Elisabeth Gasper (A alemã mais Carioca);
Maria Cláudia (Beleza, Talento e Coragem) e
Orlette Corrêa (A Mulher do Século de Lagarto)

 

Lino CorrêaFoto: Luca MachadoSobre o Autor

Lino Corrêa é de Lagarto/Sergipe. Mudou-se para o Rio de Janeiro na juventude para cursar especialização em Periodontia após ter se formado em Odontologia na Universidade Federal de Sergipe.


É Jornalista e formado em Artes Cênicas. Ainda jovem  iniciou carreira como  Modelo Publicitário. Participou do Concurso Menino do Rio em 1985. Destacou-se em várias Fotonovelas para a Revista Sétimo Céu. Atuou  em diversos papéis e participações em novelas, minisséries e programas humorísticos de sucesso pela Rede Globo, como: A Casa Das Sete mulheres, Linha Direta, O Clone, Um Só Coração, Mulheres Apaixonadas, As Filhas da Mãe, O Quinto dos Infernos, A Grande Família e outros. Na TV Record, na minissérie Plano Alto.


No cinema atuou em Didi Quer Ser Criança, Aporias Conjuminadas, O Vazio Está Cheio De Nada E O Nada De Vazio, Cais do Valongo Sangra da Terra e Trilhos de Sangue onde se encontrou com o ator americano Danny Glover durante o III Encontro de Cinema Negro Brasil, África e Américas, no filme Cabeça Nua de Vitor Kruter e Alex Mello.

Nos palcos integrou o elenco de dramas, comédias, musicais e clássicos, como Mixórdia & Cia (que escreveu com Fernando Reski), Gardel - O Musical De Tangos, Corações Partidos, Hamlet Caótico, Quem Guenta Com Essa Verdade?, Rei Lear, O Mercador de Veneza...

No jornalismo exerce atividade de colunista cultural e entrevistador para revistas como Unifatos e Rio Nobre e para o Jornal Cultura Viva.



 Lino Corrêa
Com Sandra Bréa, escultura impecável da genial Regina Straub agora
está na casa do ator e escritor Lino Corrêa e fará parte do projeto
do Livro de sua autoria: Meu Olhar Sobre Elas.

niver-viagens_728x90

Comentários   

0 #1 Waldo Temporal 24-10-2014 18:14
:lol:
Adorei. Parabéns!
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Chalezinho_300x250